quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Fusca florido!

Pessoa:

Você tem espaço no seu jardim?
Tem ou conhece quem tenha um ex-carro?

Zóia então:


Não é de gamar a mainha?

Amei! Vou até sonhar!!!

Esbarrei a vista neste encanto aí neste blog aqui!! Passa lá se curte uma reciclada interessante.

Bye,
Hoje foi dia chato, desentendido, entediante.
Improdutivo, e melado de suor.
Sabe dia que pensamentos de todos os tipos, até os mais imbecis, insistem em levantar o dedo e pedir a voz??
Muito pensamento nessa cabeça! Muito pensamento e pouca ação... mas nos intervalos, boas ideias:
O cara que veio montar o armário deixou pra trás 2 pedaços de madeira; Minhas violetas estão implorando mais espaço; tenho ali no armário debaixo da pia copinhos de requeijão.... Aguardem!!
Daí que essa ideia me passou a perceber que geralmente nessa fase do mês, apesar do mau humor e da total falta de disposição, sou mais criativa! Vai entender! Acho que é do signo???
Agora aqui, derretida, preciso criar coragem e fazer o que não fiz durante o dia e ir ali buscar a vassoura.

Boa noite feliz e fresquinha (vamos imaginar!!)

Beijos!!

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Aguardem:

~> "Estamos trabalhando para melhor atendê-los!"

Tempo e desejo de mudança, adaptação e ambientação. Rotina nova. Escritório novo. Novos ares.

Desejamos bons últimos dias de Fevereiro de 2012 pra ti!!!

(Lembrete para mim mesma: Ajustar fotos e melhorar detalhes). É.

Caso esteja por aqui esses dias, não repara, tá, benhê. O siricotico me acomete de tempos em tempos...

"...um belo dia resolvi mudar e fazer tudo o que eu queria fazer..."

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

TPM, Juçara e João, os pequetitos

Há mais ou menos 6 meses venho fazendo um trabalho de auto-conhecimento. Fico um blog aqui, leio um livro ali, pesquiso um pouco mais e percebo o quanto já mudei. O quanto meu corpo dá sinais. Antes jamais percebia que as minhas mil alterações de humor, ou essas malditas aftas, fora outro detalhe que sequer merece ser mencionado tinham algo a ver com a bendita menstruação...
Tô braba, não funciono direito! Estou aqui, essa hora, com todo o meu trabalho atrasado! Quero férias de TPM e ciclo menstrual. Pronto, tá dito!
------------------>  e mudando de assunto:
Juçara é meio mana. Ela é, originalmente, amiga-irmã da minha mana Juliana, mas virou cria da casa, sendo meio filha da minha mãe e consequentemente, minha mana. Tem ela com o pequetito João, em algum post aí pra baixo. A danada tá brava comigo! Não foi ela a primeira a saber sobre a adoção!!! Fica triste não, querida!!! Você sabe que meu coração é lindo, iluminado e florido, mas não tem prateleiras nem gavetas, e vocês todos ficam ali, juntos e misturados! A ordem dos fatores não altera o produto, não é mesmo? Te amo!!
-------------------> outro assunto, né?!:
Hoje fazia parte do plano ir ali no Centro, buscar coisinhas pras minhas crianças que, se Deus permitir, chegarão tão rápido quanto possível for!! Hot Wells, Pollys, toalha de banho e roupa de cama... Preciso ir materializando, sabe? Igual grávida fica doidinha em loja de bebê? Sou eu doidinha, pensando em como são, e em que idade eles tem, e quem vai ser mais velho, se serão gêmeos e se serão, de fato, um casal... Ansiedade monstruosa misturada com TPM na veia + trabalho acumulado = Deborah comendo brigadeiro sem parar!!

Beijos e abraços, e desejo de um Sábado Encantador pra Você!


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Carnaval bem louco...

Não, eu não pulei carnaval em canto nenhum...
Não assisti Vai-Vai nem Mangueira...
Mas vesti minha fantasia de PINTORA DE RODAPÉ e fui com o marido preparar nosso novo endereço comercial para a mudança!!!
E,de presente do destino, meu modem queimou com um raio e estou, há 6 dias, SEM INTERNET!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Da arte de SER boa madrasta

Tá certo que escolher se relacionar com um homem que já tem filhos é um desafio.
Eu, desde o começo, interfiro o mínimo possível, falo o mínimo possível. Não me meto. Aceito, amparo, protejo, alimento. Me preocupo. Quando o pai está aflito, tem problemas, e pede a minha opinião, sou honesta e sempre falo o que faria, caso a filha fosse minha.

Quando aconselhei o curso técnico fui mega criticada. Quando sugeri que a trouxesse ainda menor, não era interessante.

Agora temos uma moça de 18 anos aqui. E ela está ajudando bastante na questão de tornar nosso relacionamento legal. Gosto dela. Quero agradar, caprichar o quanto posso na decoração do quarto e tudo mais. Mas ela é distraída e pouco cuidadosa.

Eu não peço nunca em tempo algum para que ninguém faça nada na minha casa. Porque acho que quem quer fazer algo de boa vontade, faz, bem feito e com cuidado. Logo, espero que minha xícaras sejam poupadas e que a porta do meu armário recém montado dure pelo menos 24 horas.

Estou realmente muito brava. E triste.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Blog

Então, eis que eu acreditei que teria tempo - disposição - assunto e condições - de montar um blog bacana, muito artesanato e pá e coisa.
Mas, tá certo, não rolou bem assim...
Isso faz tempo, tempão. E tanta coisa passou. No período punk da depressão que atravessei e que Graças a Luz Divina, superei, quase não passei por aqui (pq colhemos o que plantamos e escolhemos o quê plantar, não é mesmo?) E penso que plantar assunto "pra baixo" é colher fruto "pra baixo", saca??
Evito falar do que não é "bonito".
Ai que fiz os temidos 35. E veio a pressa de recuperar o tempo que perdi tristonha e improdutiva.
Ai que promovi as mudanças no fluxo das coisas: Vamos adotar, enteada está aqui e tem sido uma fofa, marido tá mais feliz, produtivo e carinhoso, cachorros ganharam de volta a mãe legal (porque depois que perdemos o Beni, não sei porquê, evitei bastante cuidar e curtir os outros - que dó! - mas eu não conseguia, simplesmente).
Quero agitar meu caderninho. Quero escrever nessas páginas, quero que os filhotes leiam, no futuro, que a gestação deles foi de muito mais que 9 meses e que por isso, o amor é condensado, tipo Leite Moça!

Beijo.

Comenta, tá??


sábado, 4 de fevereiro de 2012

De todos os pensamentos doidos e doídos!!!

Então que fiz 35. E as rugas no espelho não me deixam esquecer.
A cobrança interna parece sinal de colégio: Acabou o recreio!!!
Da consumação do 35º dá hoje, deu urgência. Quero tudo pra já. Não tenho pausa, não quero pausa. Quero constância, ritmo, realidade! Quero a adoção caminhando sem freio, quero trabalho pintando, dinheiro entrando e a vida seguindo.
Uma moça mandou um e-mail: Talvez minha experiência-expectativa de "adoçar minha vida com a adoção" pudesse virar reportagem!!! Vamos aguardar.
Pesquisei algum grupo de apoio para pais adotivos aqui na região, porque acho que deve ser fundamental trocar experiencias e extravasar a ansiedade no meio de gente que fala a mesma língua, pensa do mesmo jeito e está sentindo a mesma coisa. Achei blogs bem legais!
A questão da infertilidade e da demora no processo de adoção deixa todo munto tenso, triste. Mas é bonito ver coração transbordando de amor, tanto amor, que precisa ter dono, e esse dono, não precisa necessariamente ter passado pela barriga.
Fico mexida e remexida com todas as histórias, os depoimentos. E todas as mil certezas ficam bambas: Sei que quero e vou adotá-los! Sei que desejo e planejo e me certifico mil vezes, de que tudo vai se encaixar perfeitamente. Mas não sei mas nada. Não sei as surpresas no caminho, não sei quanto tempo vou ficar grávida, não sei se é casal, meninos ou meninas. Que ansiedade enorme!


Smack!

Adoção Capítulo 1

Eis que o dia 8 tá aí. E dá frio na espinha. Eu sei que essa primeira palestra é apenas o primeiro passo de uma caminhada que pode demorar dolorosamente, mesmo assim, eu e o Gé estamos muito ansiosos!!

Penso nos guris (ou gurias... ou no guri e na guria)! Penso no que desejo pra eles. Penso na mãe que posso, quero e sonho ser, pra eles! Penso no quarto, nos lençóis, nos sapatinhos, nos brinquedos e nos lápis de cor!

Penso em como fazer do nosso encontro o encontro mais mágico e lindo! E em como fazer a adaptação dos nossos corações todos, a adaptação mais fofa, doce e verdadeira, transparente e serena.

Já planejo tudo pensando neles: Esta semana fomos ver uma sala comercial para instalarmos o escritório no centro, e eu, preocupada mesmo, estava em descobrir se tinha escola por ali...

É só o primeiro passo, mas estou cheia de fé.


Abraço!