segunda-feira, 19 de outubro de 2009

nada como um dengo, e toda a sinceridade...!

É aniversário (hoje e amanhã) dos cães que escolhemos, juntos. Porque nós acreditávamos, naquela ocasião, na probabilidade real de não surgirem crises pelo nosso caminho, imaginem... e cães, para um casal sem filhos, meio que ocupam o "lugar" de crianças na casa e no coração, embora "ainda tenhamos lucidez para diferenciar os seres em questão e controlar nossos comportamentos", é fato que é uma data "importante"...
Final de semana "juntos". Conversamos. Nunca fui tão sincera e até idiotamente trasnparente em uma conversa. E falei tudo, tudo mesmo.
E acho que valeu a pena. Por que "certeza" só o passar do tempo trará...
Nos entendemos, entramos num acordo, e vamos recomeçar. SEM TENTATIVAS, OU É OU NÃO É, sabe? Sem utopia. E foi bom!!!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

declaração espôntânea ou ultimato???

***
AMOR!
QUERO TANTO CONTINUAR MINHA HISTÓRIA AO SEU LADO. QUERO TANTO VOCÊ, COMO ANTES. IMAGINA SE VOCÊ TIVESSE ME CONHECENDO AGORA. OUTRA CABEÇA. OUTRAS ATITUDES. OUTROS PROJETOS, SONHOS, AMBIÇÕES. OUTRAS VONTADES. MAIS VONTADE! MAIS BONITA, MAIS GUERREIRA...
ME DÊ UMA CHANCE, REAL, SEM A PALAVRA "TENTAR", PORQUE "ELA" JÁ MINIMIZA TODO ESFORÇO, TODA DETERMINAÇÃO, TODA A FORÇA DO AMOR QUE AINDA HÁ, MAS SE ESCONDEU, ASSUSTADO E TRISTE, MAS QUE AINDA HÁ. PRECISA DE CALORZINHO E PALAVRAS DOCES, PRECISA DE TOQUE E ATENÇÃO, PORQUE AINDA HÁ. E QUER CONTINUAR, E PEDE PRA SER NUTRIDO.
***

na quinta a gente se entende???

tô pirando!
digitei no google: atitude de mulher decidida, e achei:http://faqdemulherzinha.blogspot.com/
pirei na batata geral e mandei um mail...
pensei, pensei, e decidi por aqui, talvez um dia ajude alguém, a, no mínimo, dar risada:
esse é o texto:
olá!
passei pelo blog agora, muito aborrecida com uma peste que ainda amo, pesquisando inspiração para uma atitude na internet...
gostei da informação "preservamos a sua identidade"... (ñ lembro exatamente se as palavras eram essas mesmas, hehehe)
o fato é que preciso de ajuda, conselho, intervenção ou talvez interdição seria apropriado!
passei por um período complicadíssimo, sob todos os pontos de vista, onde simplesmente parei de pensar e agir visando a qualidade da minha própria vida (por causa de decepções com parentes, traições na família, uma patroa que corroeu minha auto-confiança profissional, entre outros... uma cáca leva a outra e .. )
meu relacionamento, inusitado, mas tendo tudo pra dar certo, bambeou diante do meu "parar de pensar e agir".
porém, me percebi neste estado, reconheci o problema, busquei ajuda, soluções, voltei a estudar outras coisas, voltei a me cuidar, estou decidida, resolvendo as pendências resultantes desse período "fora do corpo". e nessa retomada, percebi falhas que não eram minhas. ponderei. ñ quis ser injusta. senti o amor mais forte, e senti vontade de nutri-lo, e para isso, necessitava conversar, acertar coisinhas, aparar arestas. deu briga. estou péssima! ele parece criança, indeciso, incoerente, lento em decidir se vai ou racha. não me pega, nem me libera. e eu o amo, tão intensamente e sinceramente que fico confusa. porque quero correr... ou dele, ou pros braços dele! e esse tonto ñ acorda. agora é ele quem "dorme fora do corpo". devo fazer surpresinhas? investir na relação? voltar cheia de atitude, sacodindo a poeira? porque são 3 anos, temos toda uma história. e ele não me responde. só diz que pode tentar! tentar o quê, por Cristo! perco o chão, a energia, e a força pra agir, nessa inércia que ele provoca. existe um choque que eu possa usar nele, pra ele para de perder tempo, e resolver... quero estar com ele se ele puder estar comigo. é difícil???
grata pelo espaço.
tenho blogs tb, mas é melhor nem divulgar, pq sinto vergonha desta situação, depois de ter superado tantas coisas me ver assim nesse momento me maltrata.
espero conselhos, dicas, simpatias, e um chicote pra dar um jeito nele!!! (brincadeirinha! é que quase sempre fico bem humorada!)

domingo, 4 de outubro de 2009

morrendo de saudade

quero minha casinha, meus cachorros, e principalmente, meu grandão perto de mim, de volta!!! Deus, por favor, me dê uma chance! Estou com muita saudade. Toque o coração dele, para que pare de agir assim, eu o entendo e o aceito como é. Quero a minha vida de volta.
Hoje estou muito triste de saudade que ñ passa.